domingo, 30 de março de 2014

Tempos Difíceis

Quando me dei conta, percebi que era tarde
Tarde da noite
E que por mais quente que estivesse o clima, era frio
Muito frio.


Mas a urgência da revelação me fez escrever de imediato,
E se não fosse por meios eletrônicos, seria através de lápis e papel,
Ou, se necessário fosse, ainda, desenhando em lascas de árvores.
Mas é necessário transmitir hoje, agora, de imediato.

Quisera, em todo caso, deixar claro que não tenho qualquer propósito de me confundir com profetas destes tempos e ou de tempos remotos.
O que tenho a dizer não é uma profecia, mas uma constatação.
Tal constatação tem a utilidade de alertar a todos para que abram os olhos e se armem de todas as formas que forem possíveis e imagináveis.

Sim, muitos disseram que viriam tempos difíceis.
O cerne de minha mensagem é que esses tempos difíceis não virão. Eles já chegaram.
Olha em volta e percebe: quanta mentira, quanta corrupção, quantos interesses espúrios.
Quanta falsidade, quanta duplicidade, quantos conflitos velados em nossos corações!

sábado, 22 de março de 2014

A Vitória

O que é vencer, para você?
Quais são as recompensas que você busca?
Nossas respostas a estas perguntas nos ajudam a entender a nossa jornada e o nosso destino.


Vencer não é simplesmente chegar em primeiro lugar.
Ou conseguir resultados quantitativamente melhores.
Vencer é realizar grandes conquistas e agregar valor.
É obter resultados duradouros e significativos para nossas vidas e para as pessoas ao nosso redor.

O homem é o reflexo de sua ambição.
E o que é a ambição senão a relação entre a capacidade de sonhar, de planejar e de realizar seus sonhos?
Numa equação simples, elementos tão complexos.
Elementos que, em desequilíbrio, trazem desastrosos resultados de frustração.

domingo, 16 de março de 2014

O Foco da Felicidade e o Exercício da Temperança

Uma das sete virtudes capitais é a temperança. A palavra é pouco utilizada, mas seu significado é abrangente e valioso. Segundo o Compêndio do Catecismo da Igreja Católica, essa virtude "modera a atração dos prazeres, assegura o domínio da vontade sobre os instintos e proporciona o equilíbrio no uso dos bens criados". Em outras palavras, a temperança é a virtude que nos permite dar as coisas e as pessoas a medida certa de valor que elas devem receber.

O dinheiro é um recurso em nossas vidas que nos permite lançar mão de outros recursos que nos ajudam a obter dignidade e conforto. Para obtê-los, aprendemos a trabalhar com responsabilidade, e com eles construímos nosso lar.

Mas o lar é feito de muitas outras coisas, sobretudo os laços de amor, que devem persistir mesmo quando a surge uma ventania. Esse amor, no final das contas, é o verdadeiro valor, a motivação maior para que se construa um trabalho decente e se consiga um salário honesto. Quem tem esse amor, não se perde no caminho para essas duas construções.

domingo, 9 de março de 2014

Acima de Tudo, Amemos

Vivamos intensamente. E amemos, amemos muito, em olhares, em toques, abraços, em beijos, em palavras e em atitudes concretas. Amemos como se só soubéssemos fazer isso, e nada mais. Porque tudo se dobra diante do amor só pra vê-lo passar.

O amor escandaliza o mundo. Porque se o ódio causa repulsa, o amor provoca inveja. Não é que as pessoas queiram invejar quem ama, mas o invejam por quererem amar e muitas vezes não saberem, porque possuem seus corações cheios de outras coisas.

sábado, 1 de março de 2014

A Paz

Todo mundo diz que quer paz, mas por acaso sabem o que fazer com ela? Quem a deseja acima de tudo, deve tomar cuidado, pois o desejo da paz é um atalho para uma vida medíocre.

Ninguém fez grandes descobertas ou invenções porque estava “em paz”. Afinal, o que nos incomoda é o que nos faz crescer: os conflitos, as divergências, as contestações… Não é a paz que faz alguém feliz, mas as evoluções, o desenvolvimento, o crescimento, as conquistas e as realizações.